BLOG DA SOU ALMA!

Aqui tu verás meus textos e inspirações! E que eles te inspirem também! Boa

leitura!

- Textos e artes por: Renata Lucca - Criadora da Sou Alma


Ser solteira pode ser a melhor demonstração de amor próprio.

Ser solteira, mulher, beirando aos 30 ou, já acima dos 30. “Coitada não arranjou

ninguém ainda”, “mas tu é tão bonita, não tem namorado?”. Pensamentos e dizeres dos

outros que mal sabem que, estar solteira pode significar a maior demonstração de amor

próprio. Mulheres que amam a liberdade, que cansam dos joguinhos e que consideram

que a
solidão é viver uma vida de mentira. Aquela história do antes só do que mal

acompanhado é muito verídica não é não? Se relacionar com alguém somente para não

se sentir sozinha, ou para achar que a pessoa vem para completar e na verdade, te

deixa ainda mais incompleta. A solteira convicta com certeza quer encontrar alguém,

mas não é qualquer pessoa que pode entrar na sua vida, ah não mesmo! Ela quer

alguém que venha pra SOMAR, para ser cúmplice e parceiro das suas loucuras, que ame

a liberdade assim como ela e que respeite o seu espaço e a sua forma de viver. Ela quer

alguém que a faça sorrir por qualquer besteira, que respeite o próximo e que tenha

garra, lutando por seus objetivos e construindo um futuro. Ela não quer meio amor,

alguém que traga consigo todo um passado doloroso de relacionamento. Ela quer

alguém inteiro, de corpo, alma e CORAÇÃO. Enquanto esse alguém desse jeitinho

mesmo não vem? Ela vai continuar se amando, se afastando de quem só quer brincar

e aumentando ainda mais seu círculo de amizades, conhecendo lugares novos, pessoas

novas e usufruindo da sua maior paz: a LIBERDADE. Porque ser solteira, com 30, 40, 50

com certeza é a melhor demonstração de amor próprio. Sem migalhas, só coração cheio

de amor, por favor.




Meu mapa astral e o meu mundo real. 

Saber o que está por vir na minha vida desde que eu nasci, confesso que acabou

virando uma grande curiosidade minha. Acho que um mapa astral pode ser uma forma

mais suave de saber quais as tendências e possibilidades estão descritas para mim, do

que ir em cartomantes, tirar carta, jogar Búzios, nossa que medo de ver algo que não

gostaria de saber! Conheço pessoas que tiram cartas e que me falam que jamais irão

falar coisas ruins que irão a
contecer, talvez mostrar melhores caminhos ou alertar

algumas coisas. Mesmo assim? Morro de medo. E a Revolução Solar, vocês já ouviram

falar? A Revolução Solar (leigamente falando) mostra as tendências e possibilidades

para a tua vida durante o teu ano de aniversário, por exemplo: tu faz aniversário dia 23

de fevereiro de 2018 e, ele te mostrará um mapa desta data, até o teu próximo

aniversário em 2019! E a curiosidade de saber se até que enfim esse é o ano de

conquistar o mundo? O ano de ter sucesso na vida profissional? Ou, o ano de encontrar

o amor da vida? Ah! É um lado da curiosidade e o outro do mistério… eu juro que

gostaria que Deus me falasse: linda! Vive a vida, não tenha pressa… em tantos anos o

tão esperado sucesso profissional irá se realizar, e aquele homão da p*rra, vai vir daqui

há tantos anos, mas ele vem e vai te fazer a pessoa mais feliz do mundo! Até lá?

Aproveita, viaja, conhece pessoas, curte intensamente a tua própria companhia. E eu ia

dizer: Nossa valeu Deus, eu não quero saber quando, mas quero ter essas

certezas,OBRIGADA! E assim eu seguiria, vivendo essa vida loucamente e intensamente,

vivendo somente o AGORA! Claro que mesmo não tendo as respostas desta forma eu

seguirei VIVENDO, mas… será que eu faço a Revolução Solar? Um texto de dúvidas, de

saber se tu também entra nessas viagens engraçadas de querer saber o futuro?

Continuamos assim, vivendo, curtindo, sonhando, desejando e… curiosas! O que vem

por aí? 




Sentir demais as vezes dói.

Sou da lei do sentimento. Coração. Intensidade. Mas às vezes esse sentir dói. Dói

porque ao mesmo tempo que amamos, sentimos o vento, a brisa, vibramos com as

vitórias, com uma viagem, com a amizade dos amigos e a união da família, sentimos

também as decepções, as expectativas frustradas, a falta de reciprocidade, a injustiça e

por aí vai uma lista de coisas. Sentir demais as vezes dói. Dói porque a gente intensifica

não somente as coisas boas, mas acabamos intensificando os sentimentos ruins dentro

da gente. Dói sentir e dói pensar. Uma coisa leva a outra. Ficamos tristes com uma coisa

e só quem vive essa intensidade sabe o quão ruim é focar nessa tristeza que por muitas

vezes não deveríamos dar importância. O principal problema não está nos outros, na

forma que elas agem e sim, esse é um grande problema nosso, que ao invés de

desopilar e entender, sofremos nesse sentimento. Sentir demais as vezes dói. Quero

aprender cada dia mais a lidar com os sentimentos, mas quero sim continuar nessa

intensidade que pra mim é a forma que eu sinto meu sangue circular, meu coração

vibrar, minha alma se mostrar. Moderadamente eu quero que o sentir doa e

exageradamente eu quero que o sentir me faça VOAR. Sentir demais as vezes dói, mas

ô coisa boa sentir, isso é a VIDA! Sinta e Viva! 





 

Gurias que não fogem da luta.


Mês de Setembro é um mês de estrelas brilhantes no céu. Por coincidência

(acredito que não), duas pessoas especiais partiram em datas que são

marcantes para o Rio Grande do Sul e para o Brasil e com certeza

eternamente para mim. 7 de Setembro é o dia da independência do Brasil e

eu considero como o dia em que a minha Vó gritou pela independência dela,

algo que ela sentia TANTA falta, de não poder mais fazer as coisinhas dela,

cozinhar, passear no shopping ou ir ao supermercado sozinha, cuidar das

plantinhas dela. Ela foi tão guerreira que lutou durante um ano contra o

câncer da maneira mais sábia, leve e linda. Ela não reclamava nunquinha de

dor, sorria sempre e dava o maior carinho do mundo para nós. As idas no

hospital era um passeio, fazia elogios sobre os enfermeiros. Ela nunca se

queixava. A vida estava aí né. Ela lutou, venceu e hoje está vivendo a

independência dela lá no céu. Dia 20 de Setembro, dia da Revolução

Farroupilha, dia de uma guerreira que lutou até o fim e que não fugiu da luta.

A Gi, durante os 3 anos, mostrou que temos que viver a vida da maneira que

quisermos e que somos mais felizes. Olhar-se no espelho em dias bons e

ruins e dizer: essa sou eu e eu não me envergonho de NADA, sou guerreira e

sou linda. Viver a vida segundo por segundo. Amar e sentir-se amado,

demonstrar o afeto, fazer esporte, trabalhar, sorrir SEMPRE e agradecer. A

guria que não foge da luta ganhou proporções que fez eu enxergar cada vez

mais outros acontecimentos na vida das pessoas com esta frase. A guria que

não foge também vence a doença, e não se fala apenas de doença: a guria

que não foge da luta quer passar em um concurso público, quer vencer

barreiras de preconceito. A guria que não foge da luta quer direitos iguais,

quer que todos enxerguem a alma. A guria que não foge da luta quer ser

feliz, quer transmitir amor e felicidade. Que nós gurias, sejamos sempre

assim, guerreiras independente da situação e que a gente nunca fuja da luta.

Vamos lutar sempre pelo amor, pela saúde e pela paz. Guria que não foge da

luta.




 


 


Quem não te procura não sente a tua falta…

Será?


Estes dias a tarde conversava sobre isso. Voltei da viagem muito reflexiva

quanto a isso e, “escolhendo" melhor quem eu quero que faça parte da

minha vida. É um trabalho diário eu não me importar com uma ausência de

procura de pessoas que eu considero especiais, mas com certeza já há uma

grande evolução. Se para quem não me procura eu realmente não faço falta

eu não vou afirmar, e quer saber? Eu vou falar por mim. E o quanto isso

acontece: muitas vezes deixo de procurar algumas pessoas, não pq eu não

sinto a falta. Eu sinto e sinto MUITO! Às vezes o meu "não procurar" pode ser

um medo de não ser recíproco, pode ser também por falta de consideração

que sinto da outra pessoa, ou claro, por achar melhor um afastamento para

as cabeças esfriarem, os sentimentos acalmarem. Tem tanta gente que a

gente quer o bem, falo de amor e de amizade mesmo! A gente quer o bem e

a gente quer perto! Só que as escolhas infelizmente nesses casos não partem

de apenas uma parte. Precisa de afeto e de RECIPROCIDADE. Como eu tô

sentindo falta nesse mundão desse sentimento! A reciprocidade anda junto

com o olhar o outro como igual, de demonstrar carinho e amor. De não ter

medo de SENTIR! De não ter medo dos outros, julgamentos, amizades

sinceras. É tanto medo ou indiferença e pouco amor. Bora demonstrar. Sente

falta? VAI procura! Seja você! E não deixa pessoas que tu considera especiais

escaparem. 








 

Liberdade X Amor
 

Talvez seja difícil escrever sobre isso. Vou falar no singular porque sim, falo

de mim, mas com certeza vejo muitas pessoas se identificando com o mesmo

assunto. Há alguns anos e, cada vez mais, venho vivendo a minha vida do

jeitinho que quero. Prezo realmente muito a minha liberdade, não gosto de

rotinas, gosto de trabalhar com o que eu amo e eu sendo a dona do meu

próprio negócio. A cada ano que passa o meu desejo de viajar, de conhecer

novas culturas, pessoas, comidas, é cada vez maior e no meu presente, é o

melhor investimento que pode existir. Ando livre, vivo livre, sentindo todas

as belezas da natureza, muitas vezes é nela que posso “tocar” na minha

liberdade que é: sentir o vento bater sobre o meu rosto e meus cabelos,

ouvir o som do mar e mergulhar nele, sentir o cheiro da brisa e da grama

também. Tudo nisso, eu levo comigo sempre a outra coisa que eu mais

prezo: o AMOR. Acho sim, que amar é também o sentimento mais importante

que existe! Deposito ele em tudo o que faço na minha vida. No meu trabalho,

na minha família, nos meus amigos, em muitos gestos de caridade tanto com

pessoas quanto com a natureza. E a pessoa aquela que eu poderia estar e

também depositar todo o meu amor? Talvez venha alguma confusão nesse

fato que digo entre a liberdade e o amar. A gente acaba vivendo tanto a

nossa vida, almejando a nossa liberdade que isso pode existir uma ideia

errada na minha cabeça sim, e de outras pessoas que, quem se sente tão

livre não pode ter uma liberdade junto com outra pessoa. E sim, eu sei que

pode e tenho muita vontade disso! Mas é o querer ter uma liberdade com

alguém que te veja como tu é de ALMA, que te aceite, que viva as loucuras

junto e tenha o gosto também por essa liberdade. Às vezes a gente idealiza

tanto alguém que acabamos ficando tão seletivas e também o que? Sozinhas.

Se isso é bom ou ruim, eu não sei também. É um assunto que confunde a

minha cabeça, mas me dá sempre a certeza que um dia terei o alguém e a

liberdade, nós três andando de mãos dadas por aí. Sem pressa, sem medo e

com o coração sempre cheio e aberto. De AMOR e de LIBERDADE.


As frases que crio são sempre inspiradas em um momento de vida que estou

vivendo, ideias que acredito e coisas que me inspiram. Sempre acreditei no

poder do coração, na voz que vem lá de dentro, na concentração que

precisamos para isso. As vezes pensamos demais e deixamos de fazer coisas

que gostaríamos. Prefiro ser da lei de fazer e se me arrepender, aprender

com o erro do que deixar no imaginári
o do e se… e não realizar tantos

desejos. Quando tu escuta com o coração, tu fala com alma, os teus

pensamentos são cada vez mais positivos e, tudo isso gera uma conexão com

todo o teu corpo. Coração, alma, mente. Segue o teu coração que a vida está

aí,pra ser VIVIDA! Só se arrependa do que tu não fez e, seja FELIZ! 













Sobre minha viagem para Portugal - Algarve.


Autoconhecimento; aproveitar a vida da forma que me deixa mais feliz; sentir. Os

principais motivos que me fizeram realizar esta viagem. 
 Estou passando uma

temporada em Portugal, trabalhando em um hostel e tendo aprendizados que nem

imaginaria ter. Além de tarefas de casa, lido com diversas culturas. O inglês por incrível

que pareça é a língua que mais pratico aqui. Estou em Albufeira - Algarve, que é uma

cidade turística e por isso, usamos o inglês na maior parte do tempo.
 Talvez esteja na

melhor fase da minha vida, me descobrindo ainda mais, conhecendo ainda mais lá no

fundinho da minha alma. Coração aberto e alma livre. A Sou Alma veio junto comigo e

com ela estou tendo muitas experiências também. Devagarinho a gente vai conseguindo

espalhar as ideias por aí e eu acredito no poder de cada camiseta vendida. No acreditar

da pessoa que está adquirindo. Conversei com um amigo esses dias sobre os nossos

negócios e chegamos a conclusão mais linda que é preferir conquistar aos poucos as

pessoas mas fazer elas sentirem na alma e vestirem literalmente a camisa, do que

vender para milhares de pessoas e as peças serem apenas “peças". Não tenho pressa,

eu quero é ver as pessoas sentirem, eu quero brilho no olho e orgulho por estar vestindo

uma ideia que ela também considera dela. Quero confiança e credibilidade. Aqui o

aprendizado é de vida e do empreendimento. E tudo isso eu faço seguindo o meu

coração. Cada batida são segundos vividos, segundos aproveitados, tudo na

intensidade que se merece. Eu vou vivendo e sentindo, errando e aprendendo, seguindo

sempre ele. Meu coração.





Desperte.

Tem situações engraçadas que passamos na vida e, o melhor de tudo isso é

aprender com cada acontecimento vivido. Vivemos em um mundo que gira.

Tudo que vai volta, não necessariamente da mesma forma mas, os caminhos

se cruzam novamente, situações ocorrem repetidamente. Há pessoas que

passam em nossas vidas que não precisa de muito tempo para tu sentir se

ela faz bem para ti, se tu não se identifica com a forma de pensar,ou que

parece que já se conhecem há anos. Muitas vezes te
mos que passar por

repetidas (mesmo que em diferentes formas) situações para colocar um

ponto final ou virar a chave. Talvez a palavra certa para isso seja o

despertar. Para tudo nós despertamos na vida, é aquele click em que enfim

enxergamos com a maior clareza existente o que está diante dos nossos

olhos e da nossa alma. Podemos despertar de uma maneira linda e também

triste. Despertar com alguma decepção ou uma falsa expectativa mas que no

final vemos que foi libertador. Foi um ponto final para um novo começo. Foi

tirar um sentimento que não faz bem para fora. Situações, despertar,

liberdade. Tudo acontece como tem que acontecer e os fatos uma hora ou

outra aparecem. Despertam. Desperte.




Forçar a barra: Chegou a hora de desistir.

Forçar a barra no trabalho, nos relacionamentos, em atividades e práticas da

vida, é sinal de que algo está errado e de que no fundo tu não estás feliz.

Quando a gente está trabalhando em algum lugar e aquilo que era pra ser

um prazer começa a ser uma obrigação; tu estás levantando todos os dias no

mesmo horário, desestimulado e mesmo assim não consegue abrir mão por

medos? Tu estás forçando a barra.

Um assunto tão discutido entre amigos e amigas, mas tão difícil de ser

relatado ao público por vergonha: Relacionamentos. Ás vezes tomamos

decisões de tanto forçar uma barra. Empurramos com a barriga. Está

faltando aquele sentimento forte que para uns é tão importante... e

exatamente o: SENTIR. Deixamos chegar a um ponto de tu não conseguir

nem ter mais um contato amigável. Isso tudo é ocasionado por? Forçar a

barra. Em casos piores? SENTIMOS e MUITO! Porém tu és mal tratada com

palavras, atitudes. Uma triste realidade? Muitas vezes agredida fisicamente.

Porém tu estás forçando a barra para manter o relacionamento, pois tu

SENTE. E a que ponto esse SENTIR é amor ou uma doença chamada

DEPÊNDENCIA?

Existem os casos mais sutis, porém nenhuma dor ou qualquer coisa deve ser

comparada. Mas tu ir atrás de alguém que não é RECÍPROCO contigo. Tu

demonstras e recebe apenas DESCULPAS. A gente já sabe o que está fazendo

e: chega a hora de DESISTIR.

A palavra DESISTIR tem um poder tão forte para o negativismo, que depois

de todas essas situações que escrevi enxergo e, espero que tu estejas

enxergando também que muitas vezes a DESISTÊNCIA é uma LIBERTAÇÃO,

é um PODER RESPIRAR e viver a vida da maneira mais SAUDÁVEL e da

maneira que TU queres viver, que tu ESCOLHESTE para ser FELIZ!

Forçar a barra é NECESSÁRIO, pois assim vemos que lutamos tudo que

podíamos lutar, porém depois de tudo e tu não estás feliz: Chegou a hora de

DESISTIR. Chegou a hora de ser LIVRE!



Medo, Arriscar, AÇÃO!

Medo. De sair do comodismo. Do ganho pouco mas tenho o meu dinheiro que

me ajuda a “viver”.

Arriscar. Quero sair do meu emprego do qual já não me dá prazer. Estou

tendo ideias novas, já fiz cursos em áreas que AMO, será que vai dar certo?

Quero focar no meu empreendimento que coloco toda a minha criatividade, a

minha alma. Quero conquistar meus clientes da maneira mais limpa e pura.

Quero ter um lugarzinho para chamar de meu, mas quero levar minha alma e

os meus trabalhos aonde o meu coração e o vento me levar. Eu quero sentir

o Brasil. O MUNDO.

Ação. Saí do meu emprego! Estou tão aliviada. Realinhei meus projetos de

vida. Estou me reorganizando. Acordar disposta, fazer exercícios físicos, me

alimentar melhor. Sim! Estou vendo a evolução já aí! Divulguei ao público um

outro trabalho meu! Que faz meu coração e alma pulsarem, que vibra

ENERGIA! Foquei, peraí, to focando... isso é dia por dia. Mas ta fluindo! As

pessoas estão sentindo o meu empreendimento na alma delas também! Vejo

sorrisos, vejo satisfação! Vejo que, preciso evoluir a cada dia mais e mais, o

amadurecimento, a constante evolução espiritual é, dia após dia, hora após

hora, minuto após minuto, segundo após segundo.

MEDO. Ainda tenho muita coisa a melhorar, a conquistar. Será que consigo?

ARRISCAR. Eu quero, eu posso! A evolução e o aprendizado não podem

parar! Eu tenho pessoas ao meu lado, olha! Tem gente que trabalha junto!

Sozinhos? Não somos nada! AÇÃO. EU VOU! EU ACREDITO! EU AMO!

Vivendo, aprendendo, evoluindo, AMANDO! Eu, tu, NÓS! Construindo,

trabalhando, se inspirando JUNTOS! VAMOS? AÇÃO!



Ela sonha em poder andar na rua sozinha.

Sonha em poder olhar pra frente, ver os rostos, as almas de quem está

caminhando pela rua.

Sonha em relaxar a cara, ter leveza na expressão. Não precisar ficar de cara

fechada enquanto segue o caminho para casa ou trabalho.

A realidade dela é tensa ao andar na rua sozinha. É andar rápido, é olhar

para o chão. É ficar feliz ao ver outra mulher andando na mesma direção. É

se sentir assim unida, protegida.

O sonho VAI se tornar realidade e sim, não teremos medo, não terão

assobios, não terão assédios. Terão sorrisos de alma. Cumprimentos de bom

dia. Terá olhar de igualdade, olhar de respeito, olhar de paz.

Terá. Que assim seja e que assim será, amém.




Onda que traz amor e leva o que há de ruim.

Vem chegando o verão, o calor que nos aquece, que esquenta o coração, a alma e o corpo também! Aquele calor

que sentimos do sol que só uma água gelada como o do mar pra satisfazer e nos aliviar não é? Vou te contar que,

como tu já deve ter percebido pelas minhas coleções e pelos meus posts: EU AMO O MAR! Eu amo ir à praia, sentir

o sol invadindo o meu corpo, tocar na areia, ouvir aquele barulho do mar, olhar para aquela imensidão de paz e

claro, mergulhar naquela água salgada, sentindo o gosto dela, sentindo a ENERGIA dela.

O mar com certeza é uma das minhas maiores inspirações. Toda vez que vou até ele, coloco meus pés na água e

agradeço. Agradeço por poder estar contemplando aquilo, agradeço pela vida e pelas coisas boas que ela me dá.

Peço para que leve o que há de ruim, que limpe as energias que não fazem parte de mim e que me traga só as

melhores coisas. Poderia servir de prece: Onda que traz amor e leva o que há de ruim. E que assim seja sempre,

AMÉM! 

Em tempos de crise financeira: gaste amor.

Estamos passando por momentos de crise financeira. É economia pra todo

lado. Estamos economizando aqui, para conseguir pagar lá. Selecionando


para sobreviver. Dinheiro, dinheiro, dinheiro. Em tempos de crise financeira,

e em todos os tempos porém, nunca esteve incluso a economia de bondade e

de amor. Portanto em dias de crise? Não economize nas palavras sinceras, no

bom dia para as pessoas que moram contigo, para o porteiro, cobrador e

motorista, seus colegas de trabalho. Não economize nos conselhos, nos

sorrisos e gargalhadas. Não economize em dizer o que sente. Não economize

no olhar de igualdade, no querer o bem. Não economize os sentimentos. Em

tempos de crise, não economize. GASTE amor.





Famíla: Meu bem necessário.

 

Família = amor, respeito, lealdade e união. De sangue, de coração. Que corre

do teu lado e jamais te abandona. Brigas, sentimentos intensificados,

reconciliação. Risadas, parceiros das viagens e indiadas. Almoços de domingo

ou uma saída ao parque. O nosso coração na mão. Um apego necessário. Um

desapego, também necessário. Cresce, mas jamais distante, nem que seja de

alguma forma somente no pensamento. Damos o que há de maior dentro da

gente por ela. Cada uma do seu jeitinho, mas todos com o amor que

somente se tem por ela. Família.



O meu primeiro e-mail para ti.

 

Oii como tu está? Me inspirei hoje para te escrever este primeiro e-mail.

Poderia falar sobre a minha marca, desde já. Mas não, hoje não. Hoje eu vim

aqui para te falar, para te lembrar,  e para ti me lembrar de como a vida é

linda. Essa mesmo, que a gente a vive, que às vezes sofremos, que

brigamos, que achamos que não há soluções. Porém a mesma vida que a

gente vive, S.E.N.T.I.N.D.O, sorrindo, as vezes até sem motivo, esta que a

gente luta pelo que queremos, que almejamos e alcançamos sonhos. Esta

que a gente dá e recebe amor, que encontramos pessoas, que viajamos e

conhecemos novos lugares (nem que seja pela mente ou pela internet). É

ela, a VIDA, a que devemos valorizar cada segundinho, cada passo e olhar,

cada gesto de caridade e de amor. Cada gratidão. Aliás, agradeça e muito

por poder contemplar os dias! E eu? Eu te agradeço por poder estar te

mandando este e-mail e de alguma maneira deixar eu tocar o teu coração e

tua alma! Vamos juntas agradecer e contemplar, R.E.F.L.E.T.I.R?

Por hoje, mais uma vez te agradeço!


Um beijo,
Renata – Sou Alma.